Por que estudar espanhol para morar no Chile?

De acordo com a última pesquisa INE (Instituto Nacional de Estatística), o Chile possui aproximadamente 18 milhões de habitantes. Atualmente, a população de imigrantes no país teve um aumento significativo por questões econômicas, políticas e sociais em vários lugares do mundo. Os brasileiros representavam, até o ano de 2014, 3% do total de estrangeiros no país, de acordo com o relatório da estrangeria do governo chileno.

3-1

Atualmente, trabalhamos com diversas empresas e particulares sendo que a lista está encabeçada pelos estudantes provenientes do Brasil. Como profissionais especializados no ensino de idiomas, espanhol e português, observamos a necessidade de entregar aos nossos alunos o apoio necessário para que possam adaptar-se da melhor forma possível neste país reconhecido por suas belezas naturais.

Não existe fórmula perfeita, existem objetivos e vontade de conquistar as coisas. Um país e uma cultura não são melhores ou piores que outras, são diferentes. Chile é um país com costumes muito conservadores, e a imigração explosiva que tem recebido, implica uma compreensão mútua, tanto da sociedade que recebe o estrangeiro, como a do estrangeiro que chega a essa nova sociedade.

Algumas dicas para que haja uma boa convivência e experiência:

1 – Comparação: A primeira coisa é nunca comparar. Apesar de ser inevitável essa ação, acredito que pode causar grandes problemas na fase de adaptação.

2 – Observação: Observar os costumes, a cultura, buscar nos pequenos detalhes as coisas boas. Sem julgamento, sem preconceito. Uma sociedade não vai mudar somente porque você não gosta de uma ou outra coisa.

3 – Críticas e opiniões: Você pode gostar ou não gostar das coisas, dos costumes e da cultura. Isso é totalmente válido. Porém, esses comentários serão considerados uma opinião pessoal quando você é capaz de fazê-los no lugar e na hora apropriada.  De outra forma, podem ser considerados uma agressão, falta de respeito ou até mesmo uma ofensa. Este ponto é válido em qualquer lugar do mundo.

4 – Idioma: O portunhol não é idioma. É preciso sim aprender a falar, escrever e compreender o idioma da região que você vive, neste caso o espanhol/castelhano. Um idioma implica muito mais que gramática. Repetir expressões sem conhecer todos os significados pode ser muito constrangedor tanto para quem fala, como para quem ouve.

3-2

Por que estudar espanhol para morar no Chile?

Seja por uma questão social, profissional ou aventureira, é importante saber expressar sentimentos, opiniões e comunicar as suas necessidades. A improvisação é válida no início, porém depois de um tempo a sua fala ruim poderá ser entendida como uma falta de interesse de integração na cultura.

No trabalho é importante o uso de uma linguagem correta, já que existem muitas empresas que ainda são conservadoras e/ou formais. Saber escrever bem um e-mail, fazer uma boa apresentação e ser capaz de falar de si mesmo é um complemento muito valorizado junto com a sua experiência profissional.

Escutamos com frequência que no Brasil se aceita e se tenta entender o estrangeiro de uma forma ou de outra. Isso é fantástico! Aqui no Chile, na maioria das vezes, não é assim. Isso não significa que seja bom ou ruim, é um processo que a sociedade vem experimentando e devemos respeitar, como imigrantes, essa condição. Assim como nós, chilenos, também devemos trabalhar a compreensão.

Hoje, existem muitas formas para aprender um idioma. Existem sites gratuitos, páginas no Facebook que se dedicam a entregar essas ferramentas comunicativas e culturais, programas de rádio e televisão de redes nacionais e empresas especializadas no ensino do espanhol como língua estrangeira.

3-3

Falar espanhol é um investimento de tempo e dinheiro e, como qualquer trabalho, exige dedicação. Procure, escolha e estude sempre. Você não aprenderá espanhol em 1 ou 6 meses, este é um processo a longo prazo e exige muita paciência e atitude positiva. Tenho a certeza que se seguir estas pequenas dicas, você terá uma grande possibilidade de que toda esta experiência seja uma bela história para recordar.

¡Vamos que se puede!

Fuentes disponibles en Internet:
 http://www.extranjeria.gob.cl/media/2016/02/Anuario-Estad%C3%ADstico-Nacional-Migraci%C3%B3n-en-Chile-2005-2014.pdf
http://www.ine.cl/canales/chile_estadistico/familias/demograficas_vitales.php

Ana Carolina Urrutia, chilena, profesora de español y portugués, directora de Centro de Idiomas Español Portugués. Con 16 años de experiencia en la enseñanza de idiomas para niños, jóvenes y adultos. Ha trabajado con ejecutivos de la banca, minería, ingeniería, tecnología, finanzas y comercial. Es especialista en la enseñanza personalizada enfocada en negocios e interculturalidad. Conéctate con ella por correo ana@espanolportugues.cl o por Facebook/CentroIdiomasEP. Ella está disponible para contestar preguntas, intercambiar ideas y compartir experiencias con relación a la enseñanza de lenguas extranjeras.